Sobre um reencontro delicioso com o melhor do que se pode “experimentar” a dois

Sobre um reencontro delicioso com o melhor do que se pode “experimentar” a dois

No dia 17/07/18, ocorreu o nosso segundo encontro, cavalheiro como sempre, me contatou via DM e posteriormente whatsapp.

Charmoso, inteligente e tem uma pegada formidável. Combinamos às 13h, mas chegou um pouco antes e eu logo em seguida.

Já na suíte, conversamos um pouco e começamos a nos despir. Fomos para o banho juntos e ali mesmo, ele me abraçou por trás e começou a beijar a minha nuca e tocar os meus seios, que logo ficaram durinhos.

Próximo da cama, em frente ao espelho, ele quis me observar, fazendo elogios ao meu corpo. Em poucos segundos, eu estava deitada e ele me chupando, gozei na boca dele, falando umas safadezas daquela língua no meu clitóris, intensificando a minha lubrificação.

Ele se sentou na cama e eu o abocanhei, chupei muito aquele pau até chegar nos testículos, sentindo a sua excitação em visualizar a minha boceta no espelho de quatro. Colocou o preservativo, ergueu as minhas pernas e comeu a minha boceta numa das posições que eu mais gosto, frango assado. Em seguida, meteu em mim de quatro, dando alguns tapinhas no meu bumbum, gozamos assim.

Uma pausa, deitamos para mais uma conversa, quando ele me disse que tinha um compromisso. Foi tomar banho e depois eu fui. Encerramos com um abraço gostoso de quero mais, porque dessa vez não teve sexo anal como no primeiro encontro, que eu relatarei numa próxima oportunidade.

Beijos da Gê

Deixe uma resposta

Fechar Menu